A Acelga tombou, e as sementes vão-se

Acelga tombada

Acelga tombada

Por parvoíce minha, creio que vou perder as sementes da acelga suíça (é assim que a conheço).

Estes dias de muita chuva e vento, fizeram aquilo que não estava nada à espera, e derrubaram a Acelga.

Tinha quatro cá pelo quintal, e como todas elas estavam já a desenvolver semente, optei, estupidamente, por ir dando folhas das outras três às galinhas, pois só as sementes que esta iria dar, seriam mais do que suficientes. Continuar a ler

Anúncios

Seja como for, vale a pena pensar

climatechange_n

É mais do que certo que não consigo, não posso, nem quero acompanhar, metade da informação que circula sobre as alterações climáticas. O resultado seria a loucura.

Ainda assim, gosto de permanecer um passo atrás dessa loucura, pois todo o tema sobre as alterações climáticas, levantam questões e frustrações, inerentes e relativas à própria natureza humana.

É devastador imaginar o mundo com um clima alterado, e por outro lado, face à bomba-relógio que cada um carrega dentro de si e a diminuta janela temporal que a vida proporciona nesta Terra, a tarefa parece tão brutal, com laivos de arrogância à mistura, em querer mudar alguma coisa neste planeta que por várias vezes levou as espécies à beira da extinção.

Já lá vão uns anos a acompanhar e a discutir sobre alterações climáticas. Primeiro de um ponto de acreditar que seria possível reverte-las, depois uma enorme frustração e desânimo, e agora de um ponto de Continuar a ler

Resultado do detergente para a máquina de lavar roupa

SAMSUNG DIGITAL CAMERAEis pois, o resultado do detergente “ecológico”, e perdoem-me as aspas, mas continua a ser um detergente cujo os ingredientes não são locais, e tem um processamento e transporte assentes em combustíveis fosseis, mas a sua ecologia advém, do menor uso químicos usado para o seu fabrico, além de se saber o que se usa.

Só deu para uns 6L , pelo que não adicionei o volume de água correcto, pois devia ter dado uns 8L.

Lavámos hoje duas máquinas com o detergente, e os resultados Continuar a ler

Detergente de lavar roupa caseiro

Borato, Carbonato de Sódio e sabão azulHoje finalmente fiz o detergente para a máquina de lavar roupa caseiro.

Caseiro é um modo de dizer, pois andei quilómetros à procura de um dos ingredientes. Se fossem quilómetros propositados para este ingrediente, diria que teria feito um dos menos ecológicos detergentes da zona.

Mas não foi esse o caso, aproveitei os lugares onde tive de ir nestas ultimas semanas, e procurava  uma Continuar a ler

Vídeo

John Oliver: Debate representativo das alterações climáticas

#climatechange , #alteraçõesclimática Enquanto pudermos levar isto com humor, vale a pena ver John Oliver sobre as alterações climáticas e de como os debates deviam ocorrer nos media se fossem justamente representados. De salientar que apesar de 4 em 1 norte-americanos serem cépticos a 97% dos factos apresentados pela comunidade cientifica, estes debates ocorrem (mesmo que o propósito seja descredibilização das mesmas ), mas ainda assim, algo que por cá não existe.

Também vemos um Presidente a dirigir-se claramente às alterações climáticas como um problema do presente e não de um futuro distante, ainda que estejamos a falar de um politico, e dos muros de lobbies que o cercam.

Até agora tudo bem, um giro pelo jardim da hérnia

BorragemDepois de tirar algumas ervas, semear uns rabanetes e plantar umas alfaces, este vai ser um post de fotos.

Estamos satisfeitos com a evolução aqui do jardim da hérnia (bom, ele é apenas o jardim da hérnia para mim, e ainda bem).

Tenho de colocar uma foto do granulado que estou a utilizar, não que só a ele lhe tenha de tirar o chapéu, pois há uns 3 anos, que tenho vindo a recuperar aqui o quintal que esteve ocupado durante muitos anos com o pecado original: Relva. Continuar a ler

Uma introdução à Permacultura

Uma introdução à Permacultura

O conceito “permacultura”, exposto pela primeira vez em livro em 1978 na Austrália por Bill Mollison e Dave Holmgren (1)   (um professor na universidade e o outro estudante de design ambiental), uniu os termos “permanente” e “agricultura”. Designava um novo sistema interdisciplinar de planeamento/design ético, ecológico e funcional, para a escala humana e local, que ambos começaram a formular e a implementar no terreno, em meados dos anos 70.
Após a segunda guerra mundial,  com tanques transformados em tractores e a indústria química da guerra e do petróleo reorientadas para a produção de fertilizantes e pesticidas, a agricultura industrial avançou sobre o planeta e mostrou o seu poder destrutivo sobre os solos e a biodiversidade dos ecossistemas terrestres. Que fazer? Para intervir na sociedade e divulgar esta nova metodologia positiva por todo o mundo, Bill Mollison cria o Instituto de Permacultura e o Curso de Design em…

View original post mais 967 palavras