Condimentos para a mesa

SAMSUNG DIGITAL CAMERAEstão a cair as águas de Abril. Este canteiro fica mesmo à porta de casa, tem agora umas aromáticas que ficam à mão de semear, ou melhor, à mão de colher, para ir directamente para infusões, temperos, saladas.  O que na Permacultura se chama de Kitchen Garden.

O canteiro tem uma Iuca ao meio, fruto de outros tempos menos reflectidos nos benefícios de colher o que se semeia.

O plano inicial, era retirá-la, e aproveitar todo o canteiro para aromáticas. Parecendo que não, ainda ocupa o espaço de 3 ou 4 aromáticas. Não tenho nada contra as Iucas, mas esta é um desperdício neste espaço. Mas quem é que a tira ?

Estas costas que Deus me deu e que espero sinceramente que não sejam à sua semelhança, já não se padecem com estas tarefas, e acabei por esquecer o assunto, (se não a consegues vencer junta-te a ela, certo ?), e então a Iuca cá ficou, e irei controlando o seu crescimento, coisa que devia ter feito há anos.

Ainda da Iuca, elas servem de habitat para muitos aracnídeos, e uma esplanada diurna para os caracóis que se protegem do calor, tornando-os visíveis e fáceis de apanhar.  Pela características das suas folhas, muita água se acumula na base das folhas e serve de  bebedouro a outros habitantes daqui. É uma espécie adaptada a zonas áridas, mas cria sombra que pode ser benéfica a outras espécies.

SAMSUNG DIGITAL CAMERAUm outro aspecto da Iuca a ter em conta, é a sua verticalidade, que pode ser aproveitada, para servir de tutor a alguma espécie trepadeira, ou que se possa conduzir, por exemplo, capuchinhas Trophacolum majus, (tambem comestiveis e muito boas para saladasque já semeei neste canteiro, mas ainda não se vêem.

E as flores da Iuca também são comestíveis, tão generosa é a natureza. Mas por muito boa vontade da Iuca, não me iria matar a fome, e antes preferia mais aromáticas em vez da Iuca, ou mesmo uma árvore de fruto, como por exemplo uma Oliveira de Outono (Elaeagnus umbellata), que fixaria boa parte do nitrogénio necessário a este pequeno espaço.

Bom, no problema está a solução, e creio que usar a Iuca como suporte a outras espécies, é o melhor caminho e o menos custoso.

Existe este blog que tem um artigo muito bom sobre as flores comestíveis das Iucas http://come-se.blogspot.pt/2009/04/iuca-e-o-que-e-vela-de-pureza-para.html

No canteiro existem de momento, oregãos, poejos, salvia, hortelã, hortelã pimenta, cebolinho, aipo, funcho, capuchinhas, coentros, cidreira e um tímido pé de phisalis.

Deste canteiro, falta-me agora cobrir o solo, e depois vou preparar o outro canteiro ao lado com mais aromáticas à mão de colher.

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

Anúncios

2 thoughts on “Condimentos para a mesa

  1. Hmm.. pois é um dilema, eu acho que também deixava a luca (não sabia que as flores são comestíveis)… Além de todas as vantagens das que já falaste, vai servir também como um contraste para as aromáticas e introduzir um elemento de surpresa no teu canteiro 🙂 e se pensas dedicar outro canteiro às aromáticas pode ser que o espaço ocupado pela luca já não parece tão ‘desperdiçado’. E quando o tronco morto apodrecer mais, podes plantar no meio algumas plantas que depois vão aproveitar as substâncias nutritivas e e dar nova vida a Iuca.
    Cumprimentos,
    Kasia

  2. Esse contraste que falas é deveras importante para a alma, diria eu. Se as capuchinhas vingarem, darão uma boa cobertura de solo, com as suas flores alaranjadas, tornará o canteiro visualmente alimentício.

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s